Vale d'Assega

Experiências de um Apicultor

Ideias

Depois de um interregno forçado devido a uma intervenção cirúrgica urgente, ainda em período de convalescença recomeço aos poucos a minha actividade apícola.

Visitei o apiário B, aquele que se encontra mais perto do local onde resido, com o intuito de deixar algum alimento, no núcleo R-1. Como o dia estava soalheiro, sem vento, decidi fazer uma inspecção interior rápida.

A pequena garfa, que no inicio tinha poucas centenas de abelhas, tornou-se agora um pequeno enxame com dois quadros puxados, um deles com mel, outro com mel, pólen e criação. A evolução é lenta mas, tudo leva a crer, segura.

Um apicultor meu conhecido disse-me um dia que é muito raro as pequenas garfas, que abandonam as colónias em final de enxameação, serem aproveitadas. As abelhas que as compõem são sempre em número reduzido e dificilmente passam o inverno. Talvez em condições normais não consigam resistir mas, com uma pequena ajuda…

Pessoalmente forneci, a cada oito dias, 50cl de uma mistura com 40% de água, 60% de açúcar branco, 3 colheres de sopa de mel, duas colheres de chá de farinha de soja/milho e uma colher de chá de sumo de limão.

Estas pequenas garfas, sendo as últimas a abandonar a colónia, vêm sempre acompanhadas de uma jovem rainha. É verdade, não se conhece a qualidade nem a proveniência da jovem rainha mas, para aqueles que não dominam a arte da criação de rainhas, porque não aproveita-la para fazer a substituição de uma rainha já idosa? Certamente que a jovem rainha não será de pior qualidade que uma rainha que se revele já em fim de postura.

Ao lado, a colónia 1-B continua com uma evolução demasiado lenta.  Esta colónia foi criada com um exame resultante do desdobramento de um cortiço.  A rainha encontra-se agora em fim de postura, precisa urgentemente de ser substituída. Poderia, como disse anteriormente, substitui-la pela junção da colónia R-1. No entanto…

Encaro a apicultura, como muitas outras coisas na vida, como um jogo. Manter viva a colónia R-1 é, para mim, o desafio maior neste jogo. Um desafio do qual não quero abdicar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Por Tudo e por Nada

Experiências de um Apicultor

.

Experiências de um Apicultor

%d bloggers like this: