Vale d'Assega

Experiências de um Apicultor

Final de ano apicola

Terminado, para mim, o ano apicola, é agora tempo de fazer um balanço.

Novo enxame entrando num núcleo, utilizado aqui como caça-enxames.

Novo enxame entrando num núcleo, utilizado aqui como caça-enxames.

Detalhe do enxame entrando no núcleo. Na tábua de voo, podem ver-se algumas abelhas, cabeça voltada para a entrada, batendo as asas, espalhando assim o feromona particular do enxame, convidando todas as abelhas a entrar no núclo onde, neste momento, já se encontra a raínha.

Detalhe do enxame entrando no núcleo. Na tábua de voo, podem ver-se algumas abelhas, cabeça voltada para a entrada, batendo as asas, espalhando assim o feromona particular do enxame, convidando todas as abelhas a entrar no núclo onde, neste momento, já se encontra a raínha.

1 – este ano, entre enxames apanhados devido a enxameação e desdobramentos efectuados, consegui duplicar o numero das colónias.

2 – de todas as colónias criadas este ano,  apenas duas necessitam de ajuda para sobreviver, todas as outras encontrando-se repletas de abelhas, com bastante alimento,

3 – o cortiço que este ano decidi instalar no Apiário da Assega, nos finais do mês de Junho, encontra-se fraco, tem abelhas mas pouco alimento e á muito tempo que não produzem cera. Comecei a alimenta-lo semanalmente, com o intuito de estimular a rainha a por ovos necessarios ao nascimento de novas abelhas, produtoras de cera.

4 – o calor que se fez, e continua a fazer sentir, destruiui-me quatro meias alças repletas de mel e matou mais de metade das abelhas das duas colonias a que pertenciam, Tratando-se de colmeias lusitanas, a quantidade de abelhas que possuia, permitiu a sobrevivencia das colonias. Esta experiencia fez-me reflectir sobre as condições climatéricas no nosso país e começei já a estudar um meio de proteger as abelhas do calor do Verão e ao, mesmo tempo, da chuva do Inverno/Primavera.

5 – a produçao de mel, apesar de tudo não foi má, e o mel é de boa qualidade, doce e muito puro.

O mel produzido este ano é puro, doce, e vale cada gota de suor por ele vertido.

O mel produzido este ano é puro, doce, e vale cada gota de suor por ele vertido.

Um dos nucleóleos utilizado por mim para a fecundação de raínhas.

Um dos nucleóleos utilizado por mim para a fecundação de raínhas.

 

 

 

 

Chegou agora o momento de iniciar os preparativos para o novo ano apicola que se apróxima.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Por Tudo e por Nada

Experiências de um Apicultor

.

Experiências de um Apicultor

%d bloggers like this: